A vida pós São Silvestre

 

Sem exageros da minha parte, acho que minha vida já se resume em antes da São Silvestre e Pós São Silvestre.

Sou paulistana, mas fui morar no Chile ainda bem novinha e só voltei para SP para visitas rápidas a parentes. Nunca até então tinha me sentido realmente paulistana.

No dia 31 de dezembro me senti paulistana pelas ruas antigas de São Paulo. Pela primeira vez na minha vida andei por São Paulo mesmo, andei não, corri. Corri pelo Minhocão, pelo centro antigo. Vi tudo de perto.

Me senti mais paulistana quando as crianças davam a mãozinha para dar um tapinha. Quando um cara saiu só de toalha para olhar os corredores de perto. Quando as rodas de samba saíram do bar para tocar mais perto para os corredores. Quando as donas de casa manguereavam os corredores por causa do calor (que não estava tão calor assim), quando gritavam teu nome, quando falavam de perto:  “aperta o ritmo!”

Pós São Silvestre me tornou paulistana de verdade.

ps – meu tempo foi terrível, porque curti cada pedacinho, vi cada rosto e ganhei 15 beijinhos do maridão, a cada km percorrido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s