Ritmo

Todos dormiram cedo. Eu não consegui seguir o ritmo. Ainda estou ligadona, então aproveitei para arrumar as mochilas, lanches e roupas para amanhã. 

Todos pegamos no batente cedo.
Da sala escuto a respiração deles. Nosso pequeno apartamento me permite ter essa super audição.
Na agenda da filha, a tarefa de enviar uma foto atual dela com o pai é dela com a mãe. A mais recente que encontro é de 4 meses atrás e me assusto em como o tempo passa para as crianças. Cada mês é um marco de mudança, tanto na aparência como na personalidade. Vejo que o tempo passa rápido demais e que cada vez mais não quero perder um instante com eles.

31 lições que aprendi em 31 anos

1) exercitar- se é essencial
2) leite me dá azia
3) respirar fundo e contar até 10 ajuda nos momentos difíceis
4) oração acalma o coração
5) tomar banho e tomar um chá é um santo remédio 
6) levantar e decidir que seu dia será bom faz com que seu dia seja bom
7) sorrir sempre
8) gentileza gera gentileza
9) não se desespere. Sempre há um jeito
10) felicidade é um monte de alegrias vividas
11) mudar é bom
12) ser leve de espírito 
13) o coração não deve endurecer
14) um abraço acalma
15) não deixe pra amanhã aquela palavra gentil ou aquele eu te amo
16) amamentação e dormir bem não andam juntas
17) um copo de água chama outro copo de água
18) tire muitas fotos dos seus amados
19) escreva logo aquele sonho ou ideia Pq sou esquecida
20) quando decidimos abrir o coração tudo que é bom entra
21) quem dança seus males espanta
22) não sair de casa sem protetor solar, batom vermelho e sombra marrom
23) escrituras sao palavras de sabedoria
24) deixe de lado os eletrônicos e viva o momento
25) use sempre a calculadora. Vc é ruim de matemática. E confira sempre!
26) olhar nos olhos desvenda a alma
27) colocar-se no lugar do outro
28) estar sempre disposta a aprender
29) banho de chuva lava a alma
30) quanto mais amor se dá, mais amor se recebe 
31) depois que me tornei mãe, minhas prioridades mudaram

O últimos dias de grávida

IMG_2362

Esta gravidez passou tão rápido que somente agora realmente me toquei que estou grávida.

Não percebi ela passar porque tive muita disposição, nem enjoo tive!

Mas neste último mês, o barrigão chegou, o enjoo, cansaço e variação de humor.

Sim, enjoo a essa altura do último mês. Pelo que li isso pode acontecer mesmo, assim como falta de ar causada pela pressão do ventre desenvolvido sobre o diafragma, cãimbras – esses dias tive 3 no mesmo dia! – dor na bacia e nas costelas, vontade de fazer xixi e sair uma gotinha, enfim!!

Mas vou abrir meu coração. Sabe o que mais tem me doído? é não conseguir ter tanta energia pra brincar com a filha maior. Ela tá lá, cheia de energia, com muitas saudades de brincar com a mamãe que saia correndo pro pega-pega, para ajudar a subir no escorregador, subir na casinha do parque, dançar na sala…e estes últimos dias não tenho conseguido acompanhar. Mal e mal andar, haha!

Então, tenho apelado a ir brincar acompanhada pelo papai, pela vovó, pelos titios…e aí eles que tem o pique e acompanham.

Mas eu sinto falta de estar lá: carrega, levanta, puxa, pula…

E se ela sente falta? Não sei dizer, ela me vê junto, me chama, mas logo percebe que tenho que ficar quietinha.

Entre espumas e esponjas

Esses dias trás vi este quadro e fui conferir ass cosas que minha filha tem feito e com muito orgulho bato no peito e digo: uau! ela faz muito mais do que isso! (mãe coruja).

ajuda-em-casa_thumb

Hoje mesmo nos aventuramos a lavar louça. Tivemos visita na hora do almoço, o Designer cozinhou e a tarefa de limpar a cozinha é minha. Eu não cozinho nada, um dia quero aprender a cozinhar bem.

Enfim, depois do merecido descanso pós almoço, lá fui eu. Vi que minha filha queria minha companhia pra brincar, então, propus que ela me ajudasse com a louça. Prontamente ela já puxou o banquinho e abriu a torneira. Expliquei que primeiro tinhamos que organizar a bagunça, tirar os lixos e colocar uma música, afinal, lavar louça tem que ser divertido. Dei uma esponja pra ela e outra para mim e lá começou a brincadeira.

Passei pra ela os copos de plástico e lá ficou entretida. Lavou todos muito bem até que molhou sua roupa de Tinker Bell e desistiu.

Resultado:

– Copos limpos

– Roupa molhada

– Chão molhado e pronto pra passar aquele pano

– Criança feliz

– Mamãe feliz

 

É claro que colocar as crias para ajudar dá mais trabalho que resultado. Mas assim, acredito que estou educando bem, responsável e cuidadoso com suas coisas e pronto para ajudar.